segunda-feira, 10 de novembro de 2008

À hora marcada

Estou indo a um lugar de paz e de descanso. Gostaria de ir comigo? Não é fácil chegar lá. Passaremos por longos desertos. Profundos vales e altas montanhas. Lugares apertados de caminho estreito, certas vezes sombrio como que ao encontro da morte.

Perigos vorazes nos aguardam sem compaixão. Salteadores e lobos, serpentes e escorpiões, leões ao derredor a nos espreitar.

Não se esqueça, não posso te carregar. Apenas posso te apoiar. Se você cair, te levantar. Levo sua carga por um momento, mas não posso te carregar. Paro com você, posso te esperar. Respirar fundo, tomar fôlego e caminhar, se eu pudesse te carregaria, mas não posso você vai ter que agüentar.

Esse caminho só se trilha passo a passo, com sandálias da fé. Abrindo o mar, parando rios, dançando no fogo, correndo ante a chuva, andando sobre as águas sem olhar pra trás, o que passou, passou, não voltará, mas o destino é certo, não desista jamais.

Vamos em frente à hora marcada. Vai haver uma festa, já está posta a mesa. Uma multidão nos espera, não queremos nos atrasar.

Blog Estação 66 - À hora marcada

2 comentários:

IUEP - Parada de Lucas disse...

Fala povo abençoado
Fala Reinam, meu brother
Aqui é o Rafael Ramos
Blog abençoado demais
Cara, cria um banner para divulgação do blog
Qualquer coisa eu te ajudo
Abraços...

Fran* disse...

Lindo texto. E vamos, AVANTE, que eu estou contigo (:

Deus te use cada vez mais, irmão!
Um grande abraço!
Fran - www.HEIRESS.zip.net

Últimos Comentários